blog d'apontamentos

24.1.06

Pamonha

E se lhes pedissem que numa só palavra dissessem o que é para vocês a felicidade? Eu diria pamonha. Sim, pamonha!




Talvez pudesse dizer xerém. Mas não diria tanto.

E mais não digo, que já disse bastante.

Pensem lá nisso e digam alguma coisa.
8:25 da manhã

15 Comentários:

KKKKK (Deus, o que será Xerém?). Um beijo, Luis.
Heloísa, não seja punga, clique na hiperligação. :)
Não conheço a pamonha. Voto no xerém, mas com conquilhas
Um post delicioso! Há poucos dias estava eu na praia, tirando poucos mas merecidos dias de férias absolutas, deitado numa rede, lendo e tomando uma cervejinha gelada... e comendo pamonha, claro, que é iguaria que combina maravilhosamente com praia!

Um grande abraço!
Olha, vi o link e continuei na mesma. Aliás, agora com outras dúvidas, "conquilhas". Sdjtp! Vocês não completaram o processo de interação multicultural com o Brasil(risos). Um beijo e olá Alysson!
xerém são papas de milho!
Conquilhas, já soube como vocês dizem, mas não me lembro. Em Lagos chama-lhes condelipas (se é que não estou a grafar a coisa). São bivalves. Acho que vocês se chama lambretas. Será?
Pois é, xarém é papas de milho, no centro e sotavento do Algarve. No barlavento (donde sou oriundo) só muito esporadicamente tinham essa designação. Quanto às conquilhas, são còquilhas ou còquinhas em Portimão, cadelinhas em Tavira e condelipas em Lagos. Este termo é interessante pois provém do francês Conde de Lippe que as adorava.
Hum, obrigada pelos esclarecimentos. :))
Móce, ma qual xerém qual quê!
Xarém é qu'é, mó!
Assim méme é q'é filhe d'Olhaum. A malta de Fare é q'e tem a mania de chamar xerém.
asulado fidodé bem sabias que não ficavas sem resposta. Xarém ou xerém (confesso que prefiro o segundo) isso é com os algarvios e não com essa gente do "logar de olhão" que vieram de Aveiro
e querem ser independentes.
Hélder:
Não são só os de Faro que têm essa mania, o ilustre olhanense Fernando Cabrita também. Eu prefiro xarém por soar menos pretensioso, mas segundo um dicionário enciclopédico de vários volumes que está em casa dos meus pais (e daí eu não ser mais preciso quanto à sua designação) qualquer das formas está correcta.
Luís:
Aconselho-te a leitura do livro 'Da Torre de Marim a Olhão' do meu amigo José da Marta (falei dele aqui), que desmistifica, de forma muito bem documentada, algumas teorias acerca da minha terra, tal como a origem dos seus primeiros habitantes.
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Pois é, já no "Dicionário do falar algarvio" de E. Brazão Gonçalves se grafam as duas expressões (xarém e xerém). Considero a primeiro mais correcta do ponto de vista etimológico. Quanto ao uso da expressão pelo Fernando Cabrita, deve-se à influência linguística do pai, presumo.
Asulado, obrigado. Digo assim, xerém, porque era assim que a minha avó dizia, e as papas que fazia em vez de com conquilhas eram com toucinho (ou toicinho, como ela dizia). Obrigado pela sugestão de leituras.

Helder, mas afinal qual é a etimologia da palavra?

Adicione um comentário